Escolha uma Página

Uma das principais vantagens de estar com o paciente acamado em casa, e não no hospital, é o ambiente mais acolhedor com a proximidade de familiares e amigos. Mas este ambiente requer cuidados maiores por parte dos cuidadores e a participação atenta de familiares.

A seguir algumas dicas e cuidados que podem facilitar o dia a dia de cuidadores e melhorar a segurança do paciente em casa.

Algumas delas podem parecer muito básicas, mas são cruciais para evitar quedas ou infecções.

1. Lavagem das mãos com água e álcool

Higienizar as mãos com água e sabão é um ato simples, mas que deve ser realizado sempre antes e depois de tocar no paciente.

Para lavar corretamente as mãos, molhe-as e acrescente o sabão líquido (mais recomendado que o em barra). Ensaboe as palmas das mãos, entre os dedos, unhas e parte posterior das mãos. O processo todo deve levar entre 40 e 60 segundos. Enxague e seque bem, de preferência com papel toalha.

Para fechar a torneira, lembre-se de usar o papel toalha. Em seguida, repita o procedimento usando álcool e deixe as mãos secar naturalmente.

2. Roupas de cama e banho

Manter as roupas de cama e toalhas sempre limpas e secas, trocando sempre que necessário. Para isso é bom ter um estoque de lençóis, fronhas e toalhas, com um enxoval exclusivo do paciente.

Use produtos de lavanderia o mais neutro possível, livre de fragrâncias fortes, e preferencialmente lave as roupas do paciente separadamente.

3. Manter o ambiente limpo e arejado

Todo cuidado é pouco no sentido de higiene e qualidade do ar que o paciente respira. É muito importante manter os locais onde o paciente circula, e especialmente o seu quarto, limpo e arejado.

Abrir janelas e portas para ventilar e lavar cortinas regularmente ajudam também a manter o controle sobre ácaros. Caso tenha animais de estimação, mantenha-os vacinados e em boas condições de higiene e de saúde, e que seus banheiros fiquem distante do ambiente do paciente.

4. Atenção especial na hora do banho

Ao realizar o banho diário, seja ele o banho no chuveiro, cadeira ou o banho no leito, é importante se lembrar de secar bem as dobrinhas da pele por todo o corpo, e entre os dedos.

Esse ato tão simples ajuda a prevenir vários tipos de infecções, irritações na pele e até mesmo frieiras.

5. Atenção redobrada com medicação

Conheça os medicamentos, sua finalidade, quando devem ser tomados e de que forma o paciente pode ou
consegue tomá-los. Organizar os medicamentos semanalmente, se possível, e por turnos, ajuda a manter a rotina da medicação sob controle.

Se tiver dificuldade com isso, peça ajuda para organizar um cronograma ou local para este fim. Esclareça suas dúvidas quanto a efeitos colaterais que podem ocorrer com cada medicação.

6. Mudança frequente de posição

A mudança de posição do paciente acamado deve ser frequente. Se o paciente acamado tem limitações e não consegue se mover sozinho, esse cuidado deve seguir uma rotina, com mudança em intervalos regulares. Estes cuidados são
necessários para evitar as feridas de pele (úlcera por pressão, conhecidas como escárias) e também para evitar que você e ele caiam no chão e se machuquem.

Os cuidados devem ser redobrados na mudança do leito para a cadeira e na hora do banho, mesmo que seja realizado o banho no leito.

Estas foram apenas algumas dicas que por mais simples que pareçam, fazem toda a diferença para a segurança do paciente em casa e de todos aqueles que cuidam e convivem com ele. Acompanhe nosso blog e siga-nos nas redes sociais para receber nossos conteúdos.


Conheça o nosso Kit de Banho

Com cuidado e carinho, pacientes acamados que precisam do banho no leito podem ter sua higiene garantida, maior conforto e mais bem estar.

Conheça o kit de banho no leito da Confort Banho e a nova maneira de banhar pacientes acamados, com água corrida e total segurança. Saiba mais aqui.

CONHEÇA MAIS SOBRE O KIT DE BANHO NO LEITO DA CONFORT BANHO